Comunicação

Rádio do interior da Bahia busca financiamento coletivo para continuar sua transmissão

Imprimir
Quarta, 24 Agosto 2016
Acessos: 2395
Compartilhar

Localizada na pequena Conceição do Coité, município de 60 mil habitantes do interior da Bahia, a rádio Coité FM é uma emissora comunitária que busca regularizar sua situação há 18 anos, por culpa da burocracia e perseguições políticas.

 

Imagine uma simples rádio comunitária de uma pequena cidade que é referência local na transmissão de notícias, conteúdo educativo e cultural.

Uma rádio sem fins lucrativos tocada por pessoas comuns, cuja principal motivação reside no exercício de fazer comunicação comunitária. Mas que, por simplesmente existir, essa pequena rádio passa a enfrentar obstáculos de todos os tipos que a impedem de funcionar plenamente.

Pois essa, infelizmente, é a história de inúmeras rádios comunitárias espalhadas pelo Brasil. E essa é a história da rádio Coité FM.

Localizada na pequena Conceição do Coité, município de 60 mil habitantes do interior da Bahia, a rádio Coité FM é uma rádio comunitária criada em 1998 com o objetivo de divulgar informações de utilidade pública, tocar músicas de artistas da região e promover a participação da população coiteense.

Desde que surgiu, a rádio tem tentado se regularizar junto ao Ministério de Comunicações. Nesse período, foram feitos três pedidos de outorgas de funcionamento, que, por conta da excessiva burocracia e impasses administrativos, nunca foram concedidas.

Essa situação se revelou dramática para a rádio Coité FM. Isso porque a situação irregular na qual a rádio se encontrava – cuja responsabilidade é da burocracia excludente e das políticas restritivas às rádios comunitárias no Brasil – implicou em intervenções de agentes da Anatel, fiscalizações severas da Polícia Federal, apreensão de equipamentos, pesadas multas, processos judiciais contra representantes da rádio e até mesmo condenações penais.

O mais incrível porém é que mesmo com tantas adversidades, a rádio Coité FM sempre se recusou a desistir. Já são 18 anos no ar fazendo da comunicação comunitária não apenas um exercício do direito à liberdade de expressão, mas um verdadeiro ato de resistência.

E eis que depois de tanto tempo nessa situação, finalmente surgiu a oportunidade para a rádio Coité FM se regularizar. Para isso, a rádio precisa arcar com os gastos de multas, que, somados a outros gastos que a rádio teve até hoje – principalmente com advogados e substituição de equipamentos apreendidos – totalizam a quantia de 10 mil reais.

E é só com esses valores pagos que a rádio poderá conseguir a tão sonhada outorga!

Mas a rádio Coité FM não é uma rádio comercial. Não tem pessoas ricas e influentes por trás. Nem está localizada em um grande centro urbano. A rádio Coité FM é feita por pessoas muito simples, residentes em uma pequena cidade do interior da Bahia, que, sozinhas, não possuem recursos para arcar com os gastos necessários para se regularizar.

E é por isso que contamos com o apoio do maior número de pessoas para pôr um fim de uma vez por todas a esse verdadeiro calvário da comunicação comunitária!

Por que apoiar?

O setor dos meios de comunicação no Brasil sempre foi marcado pelo forte oligopólio. Isso quer dizer que poucas famílias brasileiras controlam praticamente todo o processo de circulação de informações e bens simbólicos no país. E isso é absolutamente preocupante.

Em um contexto como este, a comunicação comunitária ganha ainda mais importância, em especial, por permitir a diversidade e a pluralidade, elementos essenciais para uma sociedade verdadeiramente democrática.

Ajudar a rádio Coité FM a conseguir sua outorga de funcionamento será um ato que beneficiará não apenas os cidadãos coiteenses, que contam com a rádio para se informar e dar sentido à sua vivência local. Será ainda um ato político, no sentido de fortalecer a comunicação comunitária e democratizar, ainda que só um pouquinho, os meios de comunicação no país.

Orçamento

Multas, advogados, equipamentos: R$10.000,00

Taxa do Catarse: R$1.500,00

Total: R$11.500,00

Para apoiar acesse:

Fonte: Cartase

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.