Filme O Petróleo Tem Que Ser Nosso

Auditório cheio para uma verdadeira aula sobre o pré-sal

Imprimir
Segunda, 09 Novembro 2009
Acessos: 3874
Compartilhar
Na última quinta-feira (05/11) o diretor do Sindipetro-RJ, Francisco Soriano, o diretor da Associação dos Engenheiros da Petrobrás (Aepet), Paulo Metri, e os professores Carlos Lessa e Eduardo Serra participaram de um debate sobre a exploração do petróleo do pré-sal com mais de 80 estudantes no auditório da Escola Politécnica da UFRJ.

 

O evento intitulado “Petróleo e Soberania: o pré-sal brasileiro e as diferentes propostas de marco regulatório” foi organizado pelo Movimento Correnteza, do curso de Engenharia de Petróleo da UFRJ. O Sindipetro-RJ distribuiu cartilhas, DVDs e camisas da campanha “O Petróleo Tem que Ser Nosso” e convidou todos os presentes a participarem do ato nacional da campanha que vai acontecer nesta quarta-feira (11/11) em Brasília, junto a 6ª Marcha da Classe Trabalhadora.

No debate foram levantadas inúmeras questões relativas à exploração das riquezas naturais e o desenvolvimento do país. O engenheiro Paulo Metri ressaltou a importância da comunicação como formadora da opinião pública. O professor Eduardo Serra, vice-diretor da Escola Politécnica, fez um resgate histórico sobre a descoberta e a exploração do petróleo pelo mundo, enfatizando as relações políticas que existem entre os Estados e as indústrias petroquímicas.

O economista Francisco Soriano exibiu pela primeira vez a versão reduzida do filme da campanha “O Petróleo Tem que Ser Nosso”, produzido pelo Sindipetro-RJ e Aepet e dirigido pelo cineasta Peter Cordenonsi. Soriano classificou a campanha como “uma verdadeira cruzada do petróleo e uma revolução na consciência das pessoas”. Também informou sobre a adesão de novos senadores ao projeto de lei do petróleo elaborado pelos movimentos sociais e lamentou por não ter sido aluno do professor Carlos Lessa. “Como economista que sou só tenho uma frustração que é não ter sido aluno do mestre Carlos Lessa”, contou. O professor Lessa, ex-reitor da UFRJ e ex-presidente do BNDES, afirmou que o petróleo pode ser a grande solução, mas também um problema para o país e concluiu lançando um questionamento. “O que vamos fazer com toda essa reserva de petróleo? Seremos um novo Iraque?

Fonte: Agência Petroleira de Notícias

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.