Meio Ambiente

Ato no 5 de junho inicia pressão dos movimentos sociais frente a Rio +20

Imprimir
Segunda, 04 Junho 2012
Acessos: 1199
Compartilhar

Image

 

No Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, diversas organizações e movimentos sociais em todo o mundo sairão às ruas para reivindicar a Defesa dos Bens Naturais e Não-Mercantilização da Vida. No Rio de Janeiro, o ato unificado, é organizado por uma rede de movimentos, e é composto por três atividades centrais. O primeiro, às 13h, em frente ao Instituto Estadual do Ambiente (INEA), na Av. Venezuela, 110, Praça Mauá. Em seguida, às 16h30, o protesto se concentra na OAB em frente ao desembarque do Santos Dumont (terminal velho), ao lado da passarela. Além disso, a partir das 15h, ocorrerão intervenções na Cinelândia.

As manifestações marcam posição diante da Rio + 20 e esquentam as mobilizações para a Cúpula dos Povos por justiça social e ambiental, a ser realizada entre 15 e 23 de junho no Rio de Janeiro. Essa cúpula é um evento alternativo ao encontro dos governos que pretende denunciar a inoperância das nações e mega corporações capitalistas em dar respostas 20 depois da Eco 92. Também se pretende buscar soluções efetivas e pressionar os governantes pela urgente adoção de uma nova relação entre o homem e a natureza. Os movimentos sociais denunciam a alardeada proposta da economia verde como um engodo e exigem ações concretas no sentido de reverter o atual quadro de ataque ao meio ambiente e destruição do planeta.

Fonte: Agência Petroleira de Notícias
Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.