Notícias da campanha

Plenária da Campanha O Petróleo Tem que Ser Nosso aprova participação no ato do dia 20

Imprimir
Quarta, 12 Agosto 2015
Acessos: 2112
Compartilhar

A plenária da campanha O Petróleo Tem que Ser Nosso, realizada nesta quarta (12),  aprovou participação na passeata do dia 20 de agosto, quinta-feira. O trajeto será da Candelária à Cinelândia. Concentração às 16 horas. No encerramento, será realizado o enterro simbólico do juiz Sérgio Moro.

Com o auditório do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro-RJ) cheio, presentes  dezenas de entidades que integram a campanha em defesa da Petrobrás pública e 100% estatal, foi aprovada a participação da campanha O Petróleo Tem que Ser Nosso no ato do dia 20 de agosto, no Rio de Janeiro, por ampla maioria. Já o ato do dia 16, convocado por setores da sociedade em grande parte identificados como golpistas, foi repudiado por unanimidade.

Mas esse foi apenas um dos encaminhamentos da plenária, embora o mais polêmico.  Parte da militância criticou duramente os rumos do atual governo federal que está adotando a agenda das forças de direita, incluindo corte de direitos de trabalhadores e privatizações. 

No entanto, o conjunto da plenária reiterou seu comprometimento com a defesa da Petrobrás, contra a venda de ativos e contra os projetos entreguistas que tramitam no Senado, a exemplo do PLS 131, do senador José Serra (PSDB/SP). 

A decisão de estar nas ruas no próximo dia 20 de agosto foi tomada pela maioria, para que as bandeiras dos trabalhadores ganhem força: contra as remoções; contra o corte de direitos trabalhistas; saúde e educação pública e gratuita para todos; pelas reformas agrária e urbana; pela taxação das grandes fortunas; pela auditória pública da dívida que consome a maior parte dos recursos do país (contra a agiotagem internacional dos banqueiros); contra a redução da maioridade penal. Sobretudo, pela defesa intransigente do caráter estatal da Petrobrás, com  retomada das obras das refinarias, Comperj e manutenção dos empregos, contra o PLS de José Serra, que derruba a Lei de Partilha para o pré-sal. 

Quem quiser se integrar às panfletagens convocando para a manifestação do dia 20 de agosto deve entrar em contato com a CUT-RJ, CTB e CGTB.

No final do ato, acontecerá o enterro simbólico do juiz Sérgio Moro que promove prisões seletivas na operação Lava Jato, sempre poupando os políticos do PSDB. A passeata está sendo convocada com os seguintes eixos: em defesa da legalidade democrática e do estado de direito, contra o golpe, fora Cunha; reforma tributária, taxação das grandes fortunas; em defesa da Petrobras, do sistema de partilha do pré-sal, da soberania nacional; em defesa dos direitos dos trabalhadores,  do emprego, dos salários, contra a terceirização.

Fonte: Agência Petroleira de Notícias

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.