Opinião

Boulos defende unidade contra o golpe

Imprimir
Quinta, 18 Maio 2017
Acessos: 298
Compartilhar

Se o golpe seguir na velocidade atual, a radicalidade nas ruas pode aumentar muito, afirma Boulos

“Chegamos a um ponto que quem defende a Constituição já é de esquerda. E não estamos falando da Constituição bolivariana de Chávez, mas sim da Constituição Cidadã de Ulysses Guimarães”.

A afirmação, em tom irônico, é de Guilherme Boulos, um dos coordenadores do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto-MTST. Ele defende uma ampla unidade de todos os setores que resistem ao golpe:

“Não podemos nos dar ao luxo de nos dividirmos. Se isso acontecer, cada um vai ser derrotado no seu canto. Talvez eles consigam executar o programa do golpe, mesmo com a gente unido. Mas a nossa única chance de vitória é construir essa unidade. Se o golpe seguir na velocidade atual, a radicalidade nas ruas pode aumentar muito. Nosso papel é canalizar essa radicalização de massa para a derrubada deste governo”, aponta.

Boulos participou, há dias, de um debate em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, avaliando o atual cenário político do país e suas perspectivas. Para ele, “uma crise dessa natureza não deixa vácuo. Estamos falando de uma crise do pacto da Nova República potencializada por um processo de desmoralização profunda da classe política. Neste cenário, a Globo já está pensando em como canalizar o discurso da anti-política para a sua agenda. Já fizeram isso nas eleições municipais, elegendo figuras como o Dória em São Paulo e o próprio Marchezan em Porto Alegre que surfaram neste discurso da anti-política”.Este quadro, acrescentou, abre espaço para um fechamento democrático ainda maior, como alternativa de superação da crise.

“A Lava Jato se afirma cada vez mais como um projeto político. Ninguém tenta criar um herói nacional para deixá-lo mofando em um tribunal de primeira instância em Curitiba”, afirmou.

Fonte: Sul 21

Compartilhar

Copyright © 2017 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.