Saúde

O Petróleo Tem que Ser Nosso, mas o AVC não!

Imprimir
Sexta, 30 Julho 2010
Acessos: 1578
Compartilhar
Todos à caminhada neste domingo, 1º de agosto, às 10h, na Praia de Icaraí, em Niterói!

As enormes reservas de petróleo submersas no pré-sal podem significar abundância ou sofrimento para o povo brasileiro. As previsões mais pessimistas calculam estar avaliadas em R$ 3 trilhões e as mais otimistas, em R$ 10 trilhões. Por hipótese, se essa riqueza fosse dividida por 200 milhões de pessoas, cada uma teria direito a R$ 50 mil. Provavelmente essa não seria a melhor forma de gerir os recursos. Mas é importante que cada cidadão brasileiro saiba que esse tesouro escondido no mar é de todos nós.

 

Para os países produtores de petróleo, nem sempre essa riqueza trouxe progresso e bem estar social. Empresas estrangeiras, representando interesses imperialistas, muitas vezes foram portadoras de guerras, miséria, degradação ambiental, estimulando a corrupção, mortes e desigualdades. A isto se chama a “maldição do petróleo”.

 

Mas ter um mar de riquezas naturais é um bem e não um mal, desde que a população participe, cobre, fiscalize, acompanhe e lute pelo controle estatal e público dessas reservas. Acontece que esse direito não nos será dado. Será conquistado com muita luta e com o envolvimento da sociedade nessa discussão.

 

A Campanha “O Petróleo Tem que Ser Nosso!” foi criada com o objetivo de acumular forças, expressando os interesses populares nessa queda de braço com o capital. Para isso estamos na rua, marchando ao lado de todas as causas justas, como a caminhada das vítimas do AVC.

 

Estamos ao lado, igualmente, das minorias que se organizam contra o preconceito e a violência, da campanha pelo limite da propriedade da terra, daqueles que buscam a valorização da educação, dos sem terra, dos sem teto, dos que lutam pela água, pelas florestas, pela cultura, por uma verdadeira democracia racial, enfim, estamos ao lado dos oprimidos, porque queremos um Brasil melhor para todos e enxergamos, no pré-sal, uma oportunidade nesse sentido.

 

Os movimentos sociais, reunidos na Campanha “O Petróleo tem que Ser Nosso!” têm uma proposta de nova lei do petróleo que está esquecida no Senado. Para que seja considerada pelos parlamentares é preciso muita mobilização. A proposta dos movimentos sociais considera a saúde uma prioridade. Também por isso nos somamos a essa importante luta, dos companheiros que vítimas de “AVC.

 

O Petróleo Tem que Ser Nosso. Mas o AVC, em grande parte dos casos, pode ser prevenido e evitado, por meio de uma campanha nacional. Estamos juntos.

 

Fonte: Agência Petroleira de Notícias

 

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.