Saúde

Níveis anormais de dioxina na carne de porco na Alemanha

Imprimir
Quinta, 13 Janeiro 2011
Acessos: 1694
Compartilhar

Depois do escândalo dos ovos contaminados, é hora do porco mostrar sinais de dioxina (*) no norte da Alemanha

 

Um nível anormalmente elevado de dioxina foi detectado em uma das fazendas fechadas no fim da semana passada, como medida preventiva, após a descoberta de alimentos contaminados, disse nesta terça-feira, 11 de janeiro, um porta-voz do Ministério do Consumo da Baixa Saxônia.

Os animais deverão ser abatidos

"Esta carne não pode mais ser comercializada (...), todos os animais têm de ser abatidos e suas carcaças queimadas", disse ele, sem esclarecer a taxa exata detectada, ou mesmo se o limite foi em muito ultrapassado.

Até agora, apenas ovos apresentaram níveis de dioxina acima do limite autorizado, mas muitos testes foram exigidos para a carne de frango, carne de porco e leite vaca que também podem ser afetados. Até o momento, cerca de "cem mil ovos foram destruídos na Baixa Saxônia, por causa da dioxina. Nos próximos dias, é provável que mais cem mil sigam o mesmo caminho", disse o porta-voz.

Na segunda-feira, a ministra da Agricultura, Ilse Aigner, tentou tranquilizar os consumidores, afirmando que "em qualquer momento e mesmo agora, os produtos alemães não serão perigosos" para a saúde. No entanto, segundo uma pesquisa divulgada no domingo passado, cinco alemães se negaram a comer ovos.

(*) A dioxina é hoje considerada a mais violenta substância criada pelo homem; seu grau de periculosidade, segundo alguns autores que escrevem a respeito dela, ultrapassa até o urânio e o plutônio.

Entre os males causados pela dioxina no homem podemos citar o extermínio das defesas orgânicas (comparado à AIDS), o surgimento de vários tipos de câncer e a teratogenia, isto é, a propriedade de geração de crianças deformadas (falta de nariz, lábios leporinos, olhos cíclopes, ausência de cérebro etc.).

As dioxinas compuseram para os norte-americanos, na guerra do Vietnã, violenta arma química denominada agente desfolhante laranja.

Tradução: Argemiro Pertence - engenheiro e comentarista internacional do programa "Faixa Livre", Rádio Bandeirantes AM 1360.

Fonte: Le Monde (França) - lemonde.fr, com AFP - 11/01/11.

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.