Saúde

No dia mundial da saúde, cerca de 700 pessoas vão às ruas em defesa do SUS

Imprimir
Terça, 12 Abril 2011
Acessos: 1293
Compartilhar

Por Mariana Gomes*

A última quinta-feira, 7 abril, foi marcada pela comemoração do Dia Mundial da Saúde. No Brasil, em muitos estados, os sindicatos e movimentos sociais ligados à saúde foram às ruas protestar contra a privatização do Sistema Único de Saúde (SUS). Para os milhares de manifestantes que saíram às ruas nos quatro cantos do Brasil, o direito à saúde está ameaçado pelas diversas investidas dos governos com o objetivo de privatizar e fechar hospitais.

No Rio de Janeiro a situação é ainda mais alarmante. Após o fechamento de diversos hospitais e da instalação de cada vez mais Fundações Estatais de Direito Privado (FDPs), Organizações Sociais (OSs) e Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) no comando da saúde no estado. Por esse e outros motivos, na manhã do último dia 7, o Fórum de Saúde do Rio de Janeiro, sindicatos, movimentos sociais e partidos políticos encontraram-se em frente à Associação Brasileira de Imprensa (ABI) para protestar contra esta política.

Clique aqui e leia a matéria completa no site da revista Vírus Planetário.

*Mariana Gomes é jornalista.

Fonte: Revista Vírus Planetário

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.