Saúde

Movimento Estadual de pessoas com doença falciforme

Imprimir
Terça, 10 Junho 2014
Acessos: 1492
Compartilhar


ILMO. Ministro da saúde,

Nós do movimento social de pessoas com Doença Falciforme do Estado do Rio de Janeiro, Associação Estadual de Falcêmicos e Talassêmicos do Rio de Janeiro - AFARJ, Associação de Mulheres com Doença Falciforme do Estado do Rio de Janeiro - AMDF – RJ e Associação Niteroense de Pessoas com Doença Falciforme – ANDF, vimos solicitar com urgência, uma solução para o estado caótico em que se encontra a Unidade de Saúde referência em Doenças Hematológicas – Hemorio.

O Hemorio que sempre referência Estadual, Nacional e Internacional, em tratamento de doenças hematológicas, atualmente vêm apresentando várias situações que põe em risco a vida das pessoas tratadas nesta unidade de saúde, a saber:

Faltam medicamentos de uso contínuo para os usuários, que é de importância vital para os mesmos.

Faltam materiais que são imprescindíveis e insubstuíveis no curativo de úlceras de pernas, das pessoas com doença falciforme.

Suspensão do curativo domiciliar, este atendimento evitava que muitos pacientes, inclusive cadeirantes se deslocasse de suas residências em locais longínquos.

Falta material de limpeza, dificultando manter a higiene no local, pois a mesma é imprescindível para evitar a proliferação e contaminação de bactérias.

Estes são os mais relevantes e urgentes problemas que estamos enfrentando em nosso tratamento no Hemorio.

É importante destacar que já tivemos várias reuniões com a Direção, mas, fomos informados que a solução está sob a responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, inclusive a Direção Geral e a Direção técnica tem sido imbatíveis em tentar suprir emergencialmente essas falhas, porém, dado a grande demanda do hospital, não tem conseguido atender a procura dos usuários.

Outrossim, cabe salientar que nunca antes enfrentamos tal situação, sempre fomos atendidos em nível de excelência, nunca nos faltou cobertura medicamentosa.

Esperamos encontrarmos juntos uma solução, pois, esta se tornou insustentável, nos deixando ainda mais vulneráveis.

Na certeza do atendimento à nossa solicitação, nos colocamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente,

Zaira Gomes da Costa
Presidente da AFARJ

Bárbara Maia
Presidente da AMDF

João Fernando Gomes de Abreu
Presidente da ANDF

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.