Saúde

"Votar Ebserh por email é golpe": movimentos da UFF convocam ato no Conselho Universitário

Imprimir
Segunda, 25 Janeiro 2016
Acessos: 2131
Compartilhar

Mesmo por e-mail, direção do Huap manipula resultado para ‘atingir’ quórum; Sindicato dos docentes da UFF contesta manobra da direção do Hospital Universitário Antonio Pedro e da Reitoria e conclama toda a comunidade acadêmica a comparecer à sessão do CUV na quarta-feira (27)

 

Por Hélcio Lourenço Filho

A Aduff-SSind considera a tentativa da direção do Hospital Universitário Antonio Pedro e da Reitoria de aprovar a cessão da unidade à Ebserh por meio de uma consulta por email a integrantes do Conselho Deliberativo um golpe e ato ilegal, que desrespeita o regimento interno desse fórum.

Neste sábado (23), a administração central da Universidade Federal Fluminense divulgou no site da instituição que o Conselho Deliberativo aprovou a adesão à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares por votação eletrônica. O regimento não prevê consultas por esse meio e diz que a reunião do conselho precisa estar instalada para tomar qualquer decisão.

Mas, mesmo assim, o diretor-geral do Huap, professor Tarcísio Rivello, teria manipulado o resultado para que a consulta atingisse ‘quórum’. Computou como abstenções a resposta de seis conselheiros de que não reconheciam aquele método de consulta como regimental – a manobra está sendo muito criticada nas redes sociais.

Com essa conta, Tarcísio divulgou como resultado da votação dez votos favoráveis à Ebserh, seis abstenções e três ausências. O regimento, que não prevê votações pela internet, estipula quórum de maioria absoluta de seus integrantes para qualquer deliberação em reunião. A nota divulgada pela administração da UFF diz que com o resultado “sai fortalecida a democracia na Universidade (sic) que avança com a expressão dos conselheiros legitimamente eleitos (sic) a despeito da tentativa truculenta de alguns de impedir o livre exercício do voto”.

A direção da Aduff-SSind contestará essa manobra e golpe contra a democracia na UFF. Os dez conselheiros que supostamente votaram pela entrega do hospital à Ebserh, o fizeram sem ter conhecimento do contrato que o reitor Sidney Mello pretende assinar com a empresa. “A universidade deveria primar pelo debate qualificado e pelo desenvolvimento dos espaços democráticos de gestão pública e controle social. Infelizmente, não é isso que ocorre na UFF. Todos e todas docentes, técnicos e alunos têm um compromisso nesta quarta, 8 horas: comparecer ao CUV e impedir a transferência do Hospital Universitário Antonio Pedro para uma empresa de direito privado”, conclama o vice-presidente da Aduff-SSind, professor Gustavo Gomes, que usou as redes sociais para denunciar o que ocorreu e afirmar que essa luta vai continuar. A manifestação também está sendo convocada pelo sindicato dos técnicos-administrativos (Sintuff) e pelos estudantes.

 

Fonte: ADUFF

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.