Saúde

Brasil prepara batalha contra o Zika

Imprimir
Quinta, 04 Fevereiro 2016
Acessos: 2065
Compartilhar

Brasil prepara um contingente de 220 mil soldados para enfrentar a epidemia do Zika vírus, que a presidenta Dilma Rousseff catalogou como uma verdadeira guerra em prol da saúde e da vida.

“A partir do próximo 13 de fevereiro iniciaremos esta grande operação que envolverá a 220 mil homens e mulheres das Forças Armadas e outras áreas governamentais” - declarou a Presidenta ao se dirigir ao Congresso Nacional, na abertura do ano legislativo 2016.

Rousseff assegurou que não faltarão os recursos do Estado para enfrentar esta emergência sanitária e manifestou sua confiança em que poderá contar com a sensibilidade dos legisladores para poder reverter a epidemia.

A Presidenta anunciou que instituições médicas dos Estados Unidos e Brasil estão trabalhando de conjunto no desenvolvimento de uma vacina, bem como nos métodos de diagnóstico e tratamento contra o Zika.

Segundo o mais recente informe do Ministério de Saúde brasileiro, entre 22 de outubro do passado ano e 23 de janeiro último em 830 municípios do país foram registrados 4.180 casos de bebês microcefálicos, uma malformação fetal provavelmente associada a este vírus.

Desse total, 462 foram descartados e 270 casos tiveram confirmação de microcefalia, doença da qual até o ano 2014 se registravam em todo Brasil menos 200 recém nascidos afetados pela mesma.

A maioria das notificações de suposta microcefalia notificados nos últimos meses nesta nação sul-americana correspondem à região Nordeste (3.607 com 268 confirmados),  em particular ao estado de Pernambuco, com 1.373 registros e 138 confirmações.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até há dois anos a circulação do zika no mundo era esporádica e concentrava-se na África, Ásia e Oceania. No entanto, desde o passado, 2015 confirmaram-se casos autóctones da doença no Brasil e outros 18 países latino-americanos.

O vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, portador também do dengue e a chikungunha. Há suspeitas de que o Zika chegou ao Brasil durante a Copa do Mundo.

Fonte: Prensa Latina

Compartilhar

Copyright © 2019 Agência Petroleira de Notícias. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

Av. Presidente Vargas, 502, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20010-000 • (21) 2508-8878 Onlink.